Simulacro no Edifício AEVA das Barrocas

Simulacro no Edifício AEVA das Barrocas

Testa eficácia da resposta interna da organização perante um cenário de emergência

Dando cumprimento a uma obrigatoriedade legal, a AEVA realizou no dia 12 de julho, pelas 10H30, um simulacro de incêndio nas suas instalações das Barrocas.

O cenário de emergência consistiu num incêndio no data center do piso 2, causado por sobreaquecimento dos bastidores (avaria no sistema de ar condicionado). O incidente causou 2 vítimas graves (queimaduras do 2º e 3º grau no rosto, pescoço, tórax, abdómen e membros superiores) e 3 vítimas ligeiras (queimaduras de 1º e 2º grau no rosto, pescoço e membros superiores). O exercício contou com a presença dos Bombeiros Novos, da PSP e da Proteção Civil.

O balanço do exercício de acidente simulado foi muito satisfatório, registando-se um notório sentido responsabilidade por parte de todos os intervenientes. Os procedimentos de segurança instituídos internamente foram interiorizados e implementados com a eficácia desejável.